20080309

DO ALENTEJO (?) COM AMOR

Contava-me o meu compadre: - na quêra saber o que me aconteceu quando fui a londres ter co mê filho! Aquele malandro levou-me lá a uma corrida de cavalos. Aquilo é digno de se vêri... Estava eu todo inclinado ao fim de uma curva daquele aipódromo e não é que os gajos se atrapalham e começam a tropeçari uns nos outros. Um cavalero até caiu mesmo em cima de mim...mesmo no mê cachaço...
-E o que é que o compadre fez?
- Ora , fiz o que pude. Fiquei em 2º.

4 comentários:

Anônimo disse...

POIS. POIS.

Zé do Barreiro disse...

2º ? Oh caríssimo Amigo Kira, com franqueza ...

Os "rapazes" acabaram, pura e simplesmente, no Barreiro.

E não haverá "cavalo" que lhe valha, eh, eh,eh.

Abraço,

Zé.

kira disse...

olhe que não, olhe que não!

os "rapazes" não acabaram nós é que temos que acabar com eles. democràticamente, como não? e o 1º lugar não tem a ver com a misericórdia?

saudações democráticas do seu amigo
kira

Zé do Barreiro disse...

Calma, caro Kira, esse assunto ficará para próxima oportunidade.

Deixe a "mecinha" começar a "dança".

Deixemo-la ter esse protagonismo...

Ela merece-o.

Saudações,