20090705

UM BOLO DA MODERNA PARA QUEM DESCOBRIR QUEM SÃO ESTAS DUAS FIGURAS ...


ARREDORES DE ÉVORA (BECO DO BATOCO).

9 comentários:

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

Cá o Tói sabe quem são essas ilustres personalidades, mas não o revelarei aqui, afinal este chinoca alentejano era companheiro das ramboidas.
Um aprendiz de natação e amigo das vitaminas, assim a vida era mais bela!...
Um abração amigo

Anônimo disse...

Para quem os conheceu de muito novos como eu é fácil adivinhar que é o Carlos Alberto e o Gama, hoje Pintor Kira.
Um abraço da Linita cambeta

kira disse...

OLHA QUE DOIS COMENTARISTAS! IRMÃOS AINDA POR CIMA. O TOI, EM MACAU E BANGKOK, A LINITA EM ÉVORA, NA MESMA RUA DAS NOSSAS INFANCIAS....
BOM, QUANDO FOR A ÉVORA, LINITA, CONTA COM UNS BOLINHOS DA PASTELARIA MOERNA, OS MELHORES BOLOS DE PORTUGAL.
PROMETIDO.
O TOI QUE VÁ AO LARGO DO SENADO, LÁ EM MACAU: VENDEM LÁ UNS PASTÉIS DE NATA TÃO BONS COMO OS DE PORTUGAL.
TÁ BEM, TOI ?

ABRAÇO E BEIJINHOS

gama

Anônimo disse...

Pelos visto acertei, mas não devia contar, tal como não posso ir ao Largo do Leal Senado comprar pasteis de mata, por lá os não haver à venda, mas existem em Macau e quantidade e qualidade os melhores são os Café Nata.
No Largo do Leal Senado havia uma loja, de um português que vendia bolos de arroz, na ocasião em em o Dr. Mário Soares visitou Macau, mas assim que ele regressou a portugal a loja fechou, prque os chineses de arroz já estão cheios rsrsrs

kira disse...

o nosso companheiro e amigo antónio loução enviou por email um comentário que diz:
-oh ! eu cá não concorro.... porque conheço ambos de gingeira!

Oh antónio loução, envia uma foto tua daquele tempo. vá, anda lá.

uj abraço do
gama e do vitamina

Anônimo disse...

Alertado pelo fragor da notícia acorri ao paço pensando que matavam o Mestre. Afinal apenas apareciam dois cartazes tipo "procura-se" de uns meliantes com longas contas a prestar na Justiça.

Prantei um comentário chistoso e muito bem escrito que se sumiu no purgatório dos blogues e não conseguiu fazer brilhar a sua graça. Por isso, um tanto ou quanto fora de prazo - o que me começa a fazer parte do quotidiano - cá estou para tentar a minha sorte no Concurso proposto.

O primeiro meliante não consigo ver quem é o fabiano. Por vezes parece-me, nuns lampejos de memória, reconhecer alguém, que se é quem penso, fui perdendo no tempo. Por mais que faça não consigo estabilizar a memória o tempo suficiente para ter a certeza de quem se trata.

O segundo não mes escapa, embora mascarado à Jackson alentejano. Já o puto entrevia as possibilidades do chapéu malandro a cair nos olhos e a perna a fugir para o baile.Cá por mim o chapéu foi Gamado ao mestre Eurico quando ele se distraiu a tocar cavaquinho.

Para a Linita vão os meusparabéns por ter ganho o bolo e um beijo de muitas saudades dos tempos em que vizinhávamos todos juntos. Vai também uma pergunta. Como adivinhei que era o segundo meliante não terei deireito a meio bolo.

Beijos e abraços para a malta do

Carlos Alberto Correia

Anônimo disse...

Em resposta ao carlos Alberto, tambem eu tenho muitas saudades dos nossos tempos de meninos, como o tempo passa tão depressa e nos modifica tanto.
Todos os dias eu tinha a visita do Carlos Alberto na minha casa, pois ele era muito amigo do meu querido irmão Vicente que Deus já chamou para junto dele, aí se juntavm para depois irem até ao café Portugal, que era na altura o café dos intelectuais.
Um beijo grande e quando vieres a Évora procura-me gostava de te rever.

kira disse...

oh carlos alberto: já que só acertaste metade terás dirieito a um bolinho da mercearia titan, lá na cidade, daqueles rafeirosos feitos de azeite que nós hoje saudamos lembrando que eram feitos do mesmo azeite que eu, tu e o toi colocávamos nos cabelos para servir de brilhantina. o toi que conte !
linita : espera por nós um dia e conta com os bolinhos da moderna
gama

kira disse...

em tempo: o toi cambeta é capaz de se lembrar mais da eugénia do rua do terrique ! ah ! ah! ah!