20080523

MERCADO PROVISÓRIO - 8h. manhã

6 comentários:

A-Verdadeira disse...

E o que faz o meu amigo, às 8 da manhã no Mercado Provisório?

kira disse...

investido de secreto asae consultei - verdade - os "talões" dos "zês", total das vendas dos dias anteriores. pois vi, santo deus, vendas diárias de € 6 (seis euros, sim). e de € 10 (dez euros). para que conste.

(na verdade, alguns amigos, com caixas registadoras, mostraram-me esses papelinhos...)

Jacinto (Sa)Cristão disse...

Mestre, a minha mãe que é uma senhora com quase 80 anos, tem muita dificuldade em se deslocar ao actual local onde se encontra o mercado. As pernas já falham.
Um dia destes, uma amiga da minha mãe, da mesma idade, e com as mesmas dificuldades de mobilidade, dizia:
Ah eles deviam pôr uns banquinhos de tantos em tantos metros, para nós irmos descansando.
Porque não ?

E porque não colocou, a CMB, um autocarro GRATUITO que levasse e trouxesse as pessoas do Centro, ao pé da estátua, até ao Mercado provisório. Por exemplo, de quarto em quarto de hora.
Bastava um autocarro daqueles pequenos.

É preciso ir à NASA para descobrir isto, e tomar a medida ?

kira disse...

oh jacinto!
está a querer convencer-me que a crise se soluciona com um pequeno autocarro? nem pensar. se me disser "tanques e chaimites" ainda posso acreditar. mas não seriam usados para transportar as nossas queridas mãezinhas ao mercado, acredite!


achei piada a de "uns banquinhos de tantos em tantos metros". é a ternura!

Jacinto (Sa)cristão disse...

e a senhora que falou nos banquinhos, foi dito por alguém que o Mestre conhece muito bem. Velhotas do Barreiro.

aliás nós somos todos conhecidos.


mas diga-me, tem alguma coisa contra os banquinhos ?

Ou só no Alentejo Profundo é que pode haver banquinhos, e alentejanos velhotes que se gostam de sentar nos banquinhos ?


Vai ver o Mestre, quando chegar aos seus oitenta, (que eu desejo que chegue), senão passa a gostar de banquinhos.

Oraessa !!!!

kira disse...

não percebeu! achei muito graça à ideia dos banquinhos (porque sou fã) e até escrevi que era uma TERNURA.
ai este senhor (sa)cristão!

agora se me falar de "bancos" (tá a ver?)aí pia mais fino.

um abraço