20080804

AJUDE-ME A SAIR DESTE PAÍS, COMPRANDO UM ORIGINAL

ORIGINAIS DE KIRA A PARTIR DE TRINTA EUROS!

QUERO SAIR DE PORTUGAL, JÁ !

7 comentários:

Jacinto (Sa)cristão disse...

eu também !!!!!

e para onde é que vamos amigo kira ?

kira disse...

um grito anarquista em 1974 nas ruas dizia: "PAREM O MUNDO. QUERO SAIR!"
eu já me contento em sair deste país de "faz-de-conta."
para onde ? espanha, que é mais perto. ou frança. aqui é que não!
não quero que me dêm peixe, porque sei pescar. quero apenas ser tratado como ser humano, que o meu trabalho seja respeitado e adquirido. como um trabalhador de toda a vida sinto-me, agora, desempregado. como o estatuto de pintor não tem subsídio de desemprego, como não estou ao alcance do subsídio de sobrevivenvia,nem tenho casa a € 4, e como não sou traficante, nem de droga nem de política, ala que é cardume ! fora daqui, já e em força!
vou criar galinhas ou montar uma igreja evangélica, dar consultas de medium, ler a sina e deitar cartas de tarot. tenho muito jeito para estas coisas, acredite.
se gostar de parcerias, olhe : embora já. avance, como sócio de uma destas actividades, fornecendo o local de trabalho.
um abraço.

Anônimo disse...

Este portugal está a tornar-nos personagens KAFKIANAS.
Assim, quantos processos te moveram, nos moveram.Somos sobreviventes de um país que nos trata como enteados...Mas isto vai...não deixo que penses assim, este país padrasto não te merece, mas as tuas pinturas são de um português sobrevivente a tantos processos e metamorfoses...mais um esforço...és kira...kira um país onde sejamos tratados como gente e tu és gente, és preciso...como kira, não te é permitido deixar de usar a beleza que tens dentro de ti e ir dizendo a cores ...como é lindo o Barreiro, aviz... e tantos recantos, barcos, janelas e mulheres grávidas de rosas ou luas... és preciso...eu kira...

luazuul

kira disse...

obrigado, mas vai ser muito difícil voltar a pensar em ficar. o país só precisa de corruptos - está cheio! o país tambem está cheio de vampiros, de pequeninos salazares bem ensinados, de ceguinhos e sobreviventes à conta do estado de endireitas.
aqui, não fico.
mal grado deixar tanta pessoa boa! um beijo dade.

Anônimo disse...

Kira O que é que se passa? Estás rodeado de amigos..és uma pessoa respeitada !A vida muitas vezes corre mal mas outras vezes corre mesmo muito bem. A tua é um exemplo disso mesmo. Já te vi no melhor e também no pior mas sempre deste a volta por cima. As pessoas que te rodeiam ultimamente,gente frustrada e sem categoria nenhuma ,pessimistas militantes ,comunistas de terceira e intelectuais de quarta conseguiram criar uma espiral negativa na qual tu estás a entrar de cabeça.Afasta-te desse ambiente. Se vires o mundo vais constatar que o nosso pais mete grande parte do resto a um canto.Dizer que somos abaixo de cão ,cheios de corrupção e de malandros não é nada ,apenas o desespero de gente que não está bem em lado nenhum Tu és um senhor ,levanta a cabeça e vai em frente..Não gostas do governo diz o que pensas ninguém te proibe.Não gostas desta ou daquela instituição berra . vais ver que há gente a ouvir-te e a apoiar-te. Mas a ladainha em que se transformou o teu blog é que não.Não é digno de ti.Tens o dom da palavra escrita e falada ,tens essa extraordinária capacidade de emocionar as pessoas com a tua pintura.És estimado como poucos mas tens de pensar como podes fazer para impor a tua arte. Não é seguramente noutro pais que isso poderá acontecer.Como dizia um grande amigo infelizmente já falecido. Fala alto e mija direito...Um grande abraço deste teu admirador.

antonio disse...

obrigado pelas simpáticas palavras. a vida prega-nos partidas mas, como dizes, sempre consegui sair delas. e se nós não contribuimos em nada para esse mal estar a coisa torna-se desesperada e o grito sai. no entanto não se trata de males por influencia das pessoas que me rodeiam. os meus amigos, e tenho tanto felizmente,não são pessoas frustradas, pessimistas militantes, comunistas de terceira e intelectuais de quarta. os meus amigos são os meus amigos. intocáveis e não lhes aponto o dedo seja em que mal for. orgulho-me dos meus amigos, como tu. é por isso que estas tuas palavras, acrescentadas a mais, muitas outras que me têm chegado de vários modos, me obrigam - passe o termo - a ponderar melhor o "ajudem-me a sair deste país". quando o trabalho cresce e o pão diminui tudo nos vem à cabeça.
obrigado por tudo e um abraço, meu amigo anónimo.

Paulo Freixinho disse...

Kira,

Apesar de mais novo, entendo perfeitamente o sentido das suas palavras.
Também eu estive quase para abandonar a minha "arte" mas o facto de ainda acreditar no meu valor leva-me a lutar pelas minhas ideias e acredito que irei conseguir "sobreviver" neste mundo injusto...

Mas Kira, acabou de ganhar mais um admirador!

Depois de o ter conhecido pessoalmente e à medida que vou lendo este blogue, comentários incluídos, respeito-o cada vez mais, não só como mestre de pintura mas, principalmente, como ser humano.

Espero que a fase má passe o mais depressa possível...
Espero que a nossa colaboração o ajude a encontrar novos admiradores e que os seus quadros encontrem quem os saiba estimar...

Espero também que o Barreiro saiba estimá-lo e que atenda ao seu "desabafo"...

São pessoas como o Senhor que tornam este mundo mais bonito!...

Sim, embora também esteja na minha "luta", terei como objectivo próximo a compra de um original do Kira... mas não o comprarei para que saia... Fique!

Um abraço!